A verdade do amor

5
(2)

Na véspera da celebração do dia de S. Valentim, surge mais uma fascinante história contada pelos alunos do 7.º ano. O amor é posto à prova, mas, como diz o ditado, “a verdade vem sempre ao de cima”.

Por: Afonso (7C)

Há 500 anos atrás, o rei de Inglaterra era conhecido por ter sete pretendentes, mas ele desprezava a sétima, pois ela estava sempre preocupada com ele e sempre a perguntar-lhe se ele estava bem, se precisava de algo, etc. As outras estavam de olho na riqueza, mas ele não percebia isso.
Certo dia, as suas pretendentes preferidas envenenaram-no, pois estavam fartas de esperar que ele morresse naturalmente. Já com poucas forças, o rei chamou as 7 pretendentes, mas apenas a sétima, que o amava verdadeiramente, apareceu. Foi aí que o rei percebeu que todas as outras eram interesseiras e que apenas ela o amava de verdade. Já era tarde!
Quando ela o viu naquele estado, lembrou-se de ter ouvido as outras mulheres a planearem a morte do seu amo.  Então, foi rapidamente à botica, comprou a cura e correu para o palácio.
No momento em que o rei estava quase a morrer, ela deu-lhe a cura e ele começou a recuperar. Quando recuperou as suas forças, mandou matar as outras mulheres e casou-se com a 7 pretendente, a quem deu o título de rainha Elizabeth.

Gostaste desta publicação?

Deixa a tua votação! Ou se quiseres, comenta abaixo.

Média das votações 5 / 5. Vote count: 2

Ainda sem votos. Queres ser o primeiro?

Ai é?

Segue-nos nas Redes Sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.