Clube de Robótica do AEFreixo

5
(7)

Um pouco de História deste clube

O Clube de Robótica de Freixo nasceu em 2006/2007 através de um protocolo com a ANPEE-Associação Nacional de Professores de Eletrotecnia e Eletrónica, para desenvolvimento do projeto DEAR Robot. O trabalho desenvolvido culminou na participação de um grupo de alunos no Campeonato Nacional de Robótica 2007 em Albufeira.

Este clube visa desenvolver trabalhos tecnológicos idealizados pelos alunos com a coordenação dos professores. Em termos globais, este projeto justifica-se pelo grande interesse por parte dos alunos e por facilitar o desenvolvimento de competências e domínios CTEM, em áreas científicas e tecnológicas atuais e de relevância futura, colmatando lacunas na formação dos alunos, em particular, no domínio da literacia tecnológica.

No âmbito dos seus objetivos específicos e respetivas atividades, concorre de forma relevante para a concretização dos objetivos do projeto educativo, nomeadamente: aumentar o sucesso escolar em todos os níveis de ensino; combater o abandono escolar e a exclusão social; disponibilizar conhecimentos científicos atualizados de forma rigorosa e fundamentada; promover um ambiente de trabalho propício ao pleno desenvolvimento das atividades; promover e desenvolver práticas inovadoras de modernização educativa com base nas tecnologias de informação e comunicação.

Nos últimos anos, e fruto de parcerias externas, o Clube de Robótica, desenvolveu-se e evoluiu para o Fablab Freixo. Neste Fablab os alunos têm oportunidade de concretizar os seus projetos recorrendo à tecnologia mais recente e inovadora, nomeadamente impressão 3D e corte/gravação a LASER. Igualmente, este espaço está disponível para todos os que pretendam desenvolver projetos com recurso aos equipamentos específicos aí disponíveis.

Clube de Robótica participou desde 2007 em várias competições de robótica, com resultados extraordinários.

2006 – O Clube de Robótica de Freixo iniciou as atividades com o projeto Dear Robot, depois alargado ao Lego Mindstorm e Arduino.

2007 – 1.ª participação no Festival Nacional de Robótica. Paderne, Algarve.

2010 – Festival Nacional de Robótica, Leiria – Apresentação do micro projeto na hora, à volta com os robots, dança Robótica, escalão 8-14 anos.

2011 – Festival Nacional de Robótica, Lisboa: 1.º lugar no escalão B (15-19 anos) com a apresentação de um robô que dançava o clássico “fantasma da ópera” juntamente com dançarinas, criando um musical

2011 – Robotop, Santo Tirso – 1.º lugar (dança robótica) e 2.º lugar Super Equipas

2012 – Festival Nacional de Robótica, Guimarães: Projeto de robôs “Fénix” e “D-Bot”, construídos e programados pelos alunos

2012 – Robotop, Santo Tirso – 2.º lugar – prova de equipas; 3.º lugar – prova individual; 6.º lugar – prova seguimento linha

2013 – Robótica e Programação integradas no currículo do 7.º e 8.º anos.

2014 – Festival Nacional de Robótica, Espinho – 3.º Lugar (dança robótica)

2014 – Robótica e Programação – experiência piloto numa turma de 4.º ano.

2015 – Festival Nacional de Robótica, Vila Real – XV Robocup Portugal Open – 3.º lugar (dança robótica) e 9.º lugar (busca e salvamento) e Menção Especial do Júri

2016 – Festival Nacional de Robótica, Bragança – 3.º lugar (dança robótica) e Menção Especial do Júri. Selecionado para participar no Maker Fire Roma onde foram premiados com o MAKER OF MERIT – BLUE RIBBON.

2018 – Festival Nacional de Robótica – Torres Vedras – 1.º Lugar Prova Robô Oeste, Menção honrosa à equipa de Busca e Salvamento Júnior

2019 – Campeonato BotOlympics, Universidade de Coimbra – 1.º Lugar

2019 – Festival Nacional de Robótica – Gondomar – 3.º Lugar Prova First Challenger

O Clube de Robótica do Agrupamento de Escolas de Freixo, em resultado da sua prestação no Festival Nacional de Robótica 2019, foi convidado para participar na liga de Busca e Salvamento Júnior do Robocup Euro 2019, que se realizou em Hannover, Alemanha entre os dias 21 e 23 de junho. O projeto traduz-se num robot capaz de efetuar seguimento de linha com o objetivo de alcançar uma área onde vítimas simuladas devem ser detetadas e salvas e cumprir um determinado número de tarefas/ações.

O convite para este evento é um reconhecimento à qualidade do trabalho que os alunos do clube de robótica de Freixo têm desenvolvido e apresentado nas competições nacionais, podendo a participação nesta prova europeia permitir uma significativa evolução para novos projetos.

Igualmente, para além de representar Portugal, é uma oportunidade para promover o Agrupamento de Escolas de Freixo e o concelho de Ponte de Lima na vertente da educação e utilização de tecnologias educativas junto de parceiros europeus. Releva ainda o crescente envolvimento nos projetos, com resultados muito positivos, de alunas, contribuindo assim, para a divulgação e motivação das raparigas para o ingresso em áreas de estudo e investigação onde ainda constituem uma minoria.

Ponte de Lima – EduTEC

Gostaste desta publicação?

Deixa a tua votação! Ou se quiseres, comenta abaixo.

Média das votações 5 / 5. Vote count: 7

Ainda sem votos. Queres ser o primeiro?

Ai é?

Segue-nos nas Redes Sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.